Campo Grande/MS
BRASIL LVS EUA
20 março 2019 - 09h11Por Lívia Machado, Joel Silva

Trump recebe Bolsonaro na Casa Branca

OUVIR

 

Os presidentes do Brasil, Jair Bolsonaro, e dos Estados Unidos, Donald Trump, se encontraram nessa terça-feira, 19, na Casa Branca, em Washington.
 
O encontro contou com a participação do deputado federal e filho do presidente, Eduardo Bolsonaro. Segundo o pai, Jair Bolsonaro, a presença do filho se deu a convite de Trump. No Twitter, Eduardo disse que, na área internacional, está sob orientação do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.
 
Jair Bolsonaro não poupou elogios a Trump e disse que depois de décadas o Brasil não tem um presidente anti-americano.
 
Ele também comentou a possível entrada do Brasil na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, a OCDE.
 
O Ministério das Relações Exteriores informou que Bolsonaro vai começar a abrir mão do tratamento especial que o Brasil recebe na Organização Mundial do Comércio, a OMC. A decisão está em linha com a proposta apresentada por Donald Trump para que o país apoie a entrada do Brasil na OCDE.
 
Já o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que quer o governo de Jair Bolsonaro na Organização do Tratado do Atlântico Norte, a Otan, organização militar comum de defesa, com 28 países-membros.
 
Em entrevista após deixar a Casa Branca, Jair Bolsonaro corrigiu uma declaração que deu na véspera em entrevista ao canal de TV Fox News. No programa, ele disse que a grande maioria dos imigrantes em potencial não tem boas intenções, nem quer o melhor ou fazer bem ao povo americano. 
 
Ontem, ele afirmou, abre aspas: “Houve um equívoco da minha parte, peço desculpas. Agora tem muita gente que está de forma ilegal aqui e isso uma questão de política interna deles, não é nossa. Então, gostaria que no Brasil só tivesse estrangeiro legalizado, não de forma ilegal como existe muita gente no Brasil” fecha aspas.
 

Deixe seu Comentário

Relacionados

Mais Lidas