Campo Grande/MS
Café das 6
15 junho 2018 - 08h27

Saiba como foi a votação no STF que proibiu a condução coercitiva de réus e investigados para depoimento

Com isso, um investigado não pode mais ser levado a depor com o uso da força policial.

OUVIR

O julgamento durou uma semana, mas enfim chegou ao fim: por 6 votos a 5 os ministros do Supremo Tribunal Federal decidiram proibir a condução coercitiva. Ou seja, um investigado não pode mais ser levado a depor com o uso da força policial. A decisão é uma resposta à Operação Lava Jato, que já aplicou o método 227 vezes de acordo com o relator da ação, ministro Gilmar Mendes. A decisão foi baseada em ações apresentadas pelo PT e pela OAB contra as conduções coercitivas. Em março de 2016, o ex-presidente Lula foi levado dessa forma pra ser interrogado pela Polícia Federal. Se o método já era alvo de críticas, ele se tornou ainda mais polêmico depois do episódio do petista.

Deixe seu Comentário

Relacionados

Mais Lidas