Campo Grande/MS
MANIFESTO DOS ESTUDANTES
31 maio 2019 - 08h28Por Lívia Machado, Joel Silva

Protestos em defesa da educação mobilizam ocorrem em 25 estados do país

OUVIR

Em ao menos 126 cidades brasileiras, de 25 estados e do Distrito Federal registraram nesta quinta-feira protestos em defesa da educação. 
 

Este é o segundo dia de protestos pelo país contra os cortes anunciados pelo governo federal para o setor.

Em São Paulo, os manifestantes se concentraram no Largo da Batata, na Zona Oeste da capital, e seguiram em passeata pela Avenida Rebouças em direção à Avenida Paulista. Em pelo menos 23 cidades do estado de São Paulo foram registrados protestos.

Na capital fluminense, os manifestantes se concentraram próximo à Igreja da Candelária e seguiram até a Cinelândia, no Centro do Rio. Os organizadores estimaram um público de 80 mil pessoas.

A principal pauta foi os cortes anunciados pelo Ministério da Educação. Também houve protesto contra a reforma da Previdência.

O Ministério da Educação divulgou uma nota onde reafirmou que manifestações democráticas são direito do cidadão, mas condenou uma chamada coação para que estudantes e professores participem de protestos.

O MEC informou que a Ouvidoria do Ministério já havia contabilizado, pelo menos, quarenta e uma reclamações, além de diversas interações nas redes sociais do ministro Abraham Weintraub.

Alguns partidos condenaram a nota do MEC. O senador Randolfe Rodrigues, da Rede, informou que a sigla vai entrar com um mandado de segurança contra o anúncio no Superior Tribunal de Justiça na próxima segunda-feira. O PSOL também se opôs à nota do ministério.

 

Deixe seu Comentário

Relacionados

Mais Lidas