Campo Grande/MS
#DestaqueMS
31 julho 2019 - 08h20Por Lívia Machado, Joel Silva

Programa ACORDA CAMPO GRANDE comenta os destaques dos noticiários locais

OUVIR

Foto: divulgação

O ACORDA CAMPO GRANDE destacou na edição dessa quarta-feira (31), os principais destaques nos noticiários locais.

TENTATIVA DE FEMINICÍDIO - A Polícia Civil está investigando o caso da mulher de 30 anos esfaqueda ao menos 14 vezes em um matagal do Jardim Carioca, região oeste de Campo Grande. O crime ocorreu na segunda-feira. À Polícia Militar, a vítima contou que seguia a pé pela rua quando o autor saiu de trás de uma árvore, a arrastou e cometeu o crime. Mesmo bastante ferida, a mulher conseguiu pedir ajuda. O autor fugiu com a bolsa dela. Segundo consta no site Campo Grande News, conforme informações da delegada Fernanda Barros Piovano, da Deam (Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher), na área de mata para onde a vítima foi arrastada pelo suspeito foram encontrados indícios de estupro.

A vítima segue internada no pronto-socorro da Santa Casa, em estado grave. Está sedada e entubada, sem previsão de alta. Os golpes atingiram pescoço, barriga, braços, pernas e costas.

QUEDA NA INADIMPLÊNCIA – Campo Grande registra desde o início do ano recuo no indicador de inadimplência dos consumidores, conforme dados divulgados essa semana pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). De janeiro a junho, a redução foi de 4,9% no volume de inscrições no sistema. Os dados da Capital se assemelham aos do Estado, que teve redução de 5,5% no registro de inadimplentes de janeiro a junho; de 0,4% de maio para junho; e de 6,5% na comparação entre os junhos de 2018 e 2019.

PREVIDÊNCIAS ESTADUAIS - A senadora Simone Tebet (MDB), presidente da Comissão de Constituição e Justiça, avalia que pode ser aprovado no Senado, uma PEC (Proposta de Emenda Constitucional) paralela à reforma da previdência, que facilite a votação destas mudanças nos estados e municípios, já que eles não foram incluídos no texto principal. Ela explicou que os senadores não pretendem fazer mudanças no texto que foi aprovado na Câmara Federal para não atrasar o processo. Por isto, se articula uma lei complementar para reformas nos estados e municípios.

Simone acredita que a Câmara deve enviar a reforma na próxima sexta-feira, sendo analisado em torno de dois meses no Senado. Ela reconheceu que devem ser pedidas audiências com a equipe do governo federal, inclusive para debate na CCJ.

HISTÓRIA E BOA MÚSICA - Feira Central homenageia músicos regionais em noite festiva. Há pelo menos 10 anos a Feira Central é o palco de diversos artistas regionais que, com bastante talento, encantam o público nas noites de domingo na Feirona. Neste dia 04 de agosto, a partir das 19h30, esses músicos sobem ao palco novamente para cantar e serem homenageados no evento “Encontro: Histórias que Cantam na Feira Central”. O evento acontece na própria Feira e tem entrada gratuita.
 

 

Deixe seu Comentário

Relacionados

Mais Lidas