Campo Grande/MS
LAMAÇAL SEM FIM
28 novembro 2018 - 08h30Por Michael Franco

Operação 'Computadores de Lama' prende envolvidos em esquema corrupto de empresas de informática com o governo

O delegado Regional Executivo da Polícia Federal, Cléo Mazzoti afirmou que o ex-governador André Puccinelli era o principal beneficiário do esquema criminoso

OUVIR

Uma ação conjunta da Polícia Federal, Controladoria Geral da União e Receita Federal foi às ruas nesta terça-feira (28) para cumprir quatro mandados de prisão e outros 25de busca e apreensão. As ações fazem parte da sexta fase da operação Lama Asfáltica, batizada de Computadores de Lama. A fase ganhou esse nome porque os alvos são empresários do ramo de informática. As investigações foram baseadas, em especial, nas remessas clandestinas de valores para o exterior realizadas por proprietários das corporações investigadas nas fases anteriores.

Na Computadores de Lama foram presos o empresário do ramo de tecnologia João Roberto Baird e seu sócio, dono da PSG Informática, Antônio Celso Cortez . Romilton Rodrigues da Silva, apontado pelas investigações como ‘laranja’ de Baird, não foi encontrado e deve se apresentar hoje.


Também está preso o ex-secretário adjunto de Fazenda da gestão André Puccineli, André Luiz Cance. De acordo com a Polícia Federal, os quatro estariam envolvidos em suposto esquema de lavagem e envio de dinheiro para o exterior, principalmente para o Paraguai. Cance lavaria dinheiro para Baird por meio de compras de imóveis e Antônio Cortez atuou em conjunto com o empresário para emitir notas frias para
recebimento de propina .
 

Ouça todas as informações:

Deixe seu Comentário

Relacionados

Mais Lidas