Campo Grande/MS
AGORA É PRA VALER?
04 dezembro 2018 - 09h00Por Michael Franco

Onyx Lorenzoni confirma extinção do Ministério do Trabalho

A extinção da pasta já tinha sido anunciada por Bolsonaro, mas, por causa da repercussão negativa, o presidente eleito recuou

OUVIR

Valter Campanato/Agência Brasil

Depois de muita especulação, enfim o presidente eleito, Jair Bolsonaro, bateu o martelo quanto à estrutura de seu futuro governo: ao todo, serão 22 ministérios - e não 15, como chegou a ser prometido durante a campanha. Agora, só faltam ser anunciados mais dois nomes: o do ministro do Meio Ambiente e o do futuro ministro de Direitos Humanos.

Assim, o governo Bolsonaro terá 7 ministérios a menos que a atual gestão. O enxugamento da máquina pública foi uma promessa de campanha do presidente eleito. Nesse processo de redução, outra medida polêmica voltou à tona: a pasta do Trabalho vai perder status de ministério e será desmembrada entre Justiça, Economia e Cidadania.

De acordo com o futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que a secretaria responsável por emitir os registros sindicais - que foi alvo de investigação por suspeitas de irregularidades - vai ficar a cargo de Sérgio Moro no Ministério da Justiça.

Ouça a matéria completa:

Deixe seu Comentário

Relacionados

Mais Lidas