Campo Grande/MS
Café das 6
05 junho 2018 - 13h40

Médico é condenado por realizar cirurgia de vasectomia ao invés de fimose

Paciente tinha 20 anos na época e alegou que rompeu o noivado por não poder mais gerar filhos.

OUVIR

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) condenou um médico que realizou uma vasectomia no lugar de uma cirurgia de fimose a indenizar o paciente em R$ 62 mil, além de reembolsar o valor pago pela cirurgia. Segundo o STJ, o paciente tinha 20 anos quando a cirurgia foi realizada na cidade de São Paulo, em 2004. Ele alegou que essa foi a causa do rompimento de seu noivado, devido à impossibilidade de gerar filhos. A vítima entrou com processo por danos materiais e morais contra o hospital, o plano de saúde e o médico.

Deixe seu Comentário

Relacionados

Mais Lidas