Campo Grande/MS
DE DEUS?
17 dezembro 2018 - 09h16Por Michael Franco

João de Deus se entrega à polícia e defesa alega que vítimas podem ser aproveitadoras

Depois das denúncias de abuso sexual, o médium retirou R$ 35 milhões de suas contas, movimentações que contribuíram para que o Ministério Público pedisse a prisão preventiva

OUVIR


Foto: Ernesto Rodrigues - EstadãoConteúdo

O médium João de Deus, se entregou à polícia e foi preso neste domingo. O encontro dele com as autoridades ocorreu na encruzilhada de uma estrada de terra no município de Abadiânia, às margens da BR 060, para evitar a presença da imprensa. A negociação foi feita entre o advogado de João de Deus, Alberto Toron, e o delegado geral da Polícia Civil de Goiás.

À jornalista Monica Bergamo, do jornal Folha de Sao Paulo, porém, Joao de Deus declarou que estava se entregando “à Justiça Divina e à justiça da terra”. O delegado André Fernandes disse que os depoimentos foram fundamentais para a prisão do médium João de Deus

O advogado Alberto Toron, que defende o médium, disse que João de Deus respondeu a todas as perguntas do interrogatório. Alberto Toron pôs em dúvida o grande número de denúncias de abuso sexual contra o médium e acusou a holandesa Zehira Lieneke de ser aproveitadora. A denúncia da holandesa numa entrevista ao programa Conversa com Bial deu início à avalanche de acusações contra João de Deus

Depois das denúncias de abuso sexual, o médium Joao de Deus retirou R$ 35 milhões de reais de suas contas.  Essas movimentações financeiras contribuíram para que o Ministério Público de Goiás pedisse a prisão preventiva dele, deferida pela Justiça na última sexta. Os investigadores do caso sustentam que o valor elevado dessas transações bancárias indicava uma possível tentativa de ocultar patrimônio e o risco de o suspeito ter preparado uma fuga. O receio dos investigadores era de que ele saísse do país. Outra preocupação é a de preservar eventual indenização das mulheres denunciantes.

Ouça a matéria completa com áudios e entrevistas:

Deixe seu Comentário

Relacionados

Mais Lidas