Campo Grande/MS
SER OU NÃO SER...
27 dezembro 2018 - 08h19Por Michael Franco

Enquanto Temer decide sobre indulto de Natal, ministro do STF pressiona e diz que sistema carcerário é "panela de pressão"

Marco Aurélio Mello entrou na polêmica, ao sair do velório do ex-deputado federal Sigmaringa Seixas, ele disse que o indulto é uma tradição no Brasil

OUVIR
Foto: César Itiberê/PR

E continua a novela do indulto de Natal. Dessa vez, até mesmo o ministro do STF Marco Aurélio Mello entrou na polêmica. Na saída do velório do ex-deputado federal Sigmaringa Seixas, ele disse que o indulto é uma tradição no Brasil e que o sistema carcerário brasileiro é uma "panela de pressão".

Hoje, há quase 700 mil presos nas penitenciárias do país e o Brasil tem a terceira maior população carcerária do mundo. Desde a redemocratização, nenhum presidente deixou de editar o decreto do indulto.

Na terça-feira, a assessoria de imprensa do Palácio do Planalto chegou a confirmar oficialmente que o presidente Michel Temer não decretaria indulto este ano, já que o STF ainda não terminou o julgamento da questão - o que só deve acontecer depois do recesso do Judiciário, quando Temer não será mais presidente da República.

No entanto, horas depois, diante de um apelo da Defensoria Pública da União, Temer voltou atrás e deve decretar o indulto que concede perdão judicial a condenados por crimes não violentos.

Ouça todos os detalhes:

Deixe seu Comentário

Relacionados

Mais Lidas