Campo Grande/MS
PROJETO POLÊMICO
11 julho 2019 - 08h48Por Lívia Machado, Joel Silva

Deputados estaduais votam projeto que altera contrato e salário dos professores de MS

OUVIR

Apresentado em regime de urgência na Assembleia Legislativa, projeto que muda critérios para contratação de professores temporários pode trazer economia de até R$ 130 milhões aos cofres públicos, revelou o líder do Governo, o deputado José Carlos Barbosa (DEM). 


O projeto do Executivo foi apresentando ontem aos deputados estaduais, com reunião prévia de técnicos do governo para explicar as mudanças propostas. O item mais polêmico é a redução do salário dos convocados em relação aos concursados, percentual ainda não especificado no texto aprovado.

O deputado Pedro Kemp, disse que era preciso avaliar melhor as propostas que já eram válidas para a categoria para não retirar direitos adquiridos.
Segundo o site Campo Grande News, A secretária Maria Cecília Amendola da Mota lembrouque o piso salarial em MS é o “dobro do que o Brasil aplica”. 
 
No Estado, o valor em vigor é de R$ 6.079,00 para 40 horas semanais, enquanto que o piso nacional é de R$ 2.557,74. Atualmente, são 11 mil professores convocados e 8 mil concursados.
 
 

Deixe seu Comentário

Relacionados

Mais Lidas