Campo Grande/MS
VIDA QUE SEGUE
18 março 2019 - 08h01Por Lívia Machado

Depois de massacre que matou dez, escola em Suzano tenta retomar rotina de aulas

OUVIR

 

Quatro dos ONZE alunos feridos no massacre na Escola Professor Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo, permanecem internados. Duas alunas que estavam na Unidade de Terapia Intensiva foram transferidas, e tem o quadro de saúde estável. 
 
Outros dois estudantes permanecem no hospital, apenas um deles na UTI. O dois também com quadros estáveis. Na noite de sábado, três estudantes receberam alta. 
 
Nesta segunda-feira, a escola Raul Brasil será reaberta para que  professores e funcionários tracem atividades de preparação psicológica, com apoio de profissionais da área de saúde mental. 
 
Na terça, os alunos vão participar de atividades de acolhimento. Não há previsão para a volta às aulas no colégio. 
 
Durante o final de semana, a Procuradoria Geral do Estado realizou atendimentos a familiares de alunos.
 
O objetivo é esclarecer dúvidas jurídicas relacionadas ao caso e também orientar as famílias sobre atendimentos judiciário e psicológico. 
 
Em entrevista à GloboNews, a defensora  pública Juliana Bellochi falou sobre o apoio a comunidade de Suzano:
 
 

Deixe seu Comentário

Relacionados

Mais Lidas