Campo Grande/MS
#DestaqueMS
12 agosto 2019 - 08h14Por Lívia Machado e Joel Silva

Campanha vai permitir renegociação de crédito para clientes do Ensino Privado

OUVIR

Foto: O Pantaneiro

O ACORDA CAMPO GRANDE começou a semana destacando as principais notícias dessa segunda-feira (12). Confira:
 

IMPOSTO RURAL – Os proprietários de imóveis rurais podem entregar a partir de hoje, a declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural. A Receita Federal vai disponibilizar o programa da declaração no site, a partir das oito horas da manhã. 

 
O prazo para entregar o documento vai até o dia 30 de setembro. O valor do imposto devido poderá ser pago em até quatro parcelas iguais, se a parcela não for inferior a R$ 50. Se o total do imposto sobre propriedade territorial rural for menor que R$ 100, o dono do imóvel terá que pagar o valor à vista.

Aqueles que perderem o prazo de entrega da declaração que vai de 12 de agosto até 30 de setembro, terão que pagar multa de 1% calculado em cima de cada mês ou fração do atraso.

CAMPANHA PARA NEGOCIAÇÃO DE CRÉDITO - A Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG) realiza de 12 a 19 de agosto a primeira campanha de negociação de crédito voltada para clientes de instituições de ensino privadas. A ação é realizada em parceria com o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino de Mato Grosso do Sul e tem o objetivo de recuperar mais R$ 1,5 milhão em mensalidades em atraso. 
Duas mil pessoas foram convidadas a negociar seus débitos. Mesmo quem não for convidado e tiver interesse em regularizar sua situação, pode procurar a ACICG com documentos pessoais e algum comprovante de vínculo com a instituição.

Dez instituições de ensino regular, técnico e superior estão participando e vão oferecer vantagens como descontos em multas, ou parcelamento estendido para a quitação do débito. São elas: Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), Centro Educacional Século XX, Sesc, Escola Sonho Meu, Colégio Referencial, Centro Educacional Fênix, Escola Visconde de Cairu, Libera Limes, Escola Edune e Centro de Ensino Tic e Tac.

A ACICG está localizada na Rua 15 de Novembro, 390, Centro.

PREVISÃO DO TEMPO – A gente sempre começa a semana falando sobre as expectativas da meteorologia para os próximos dias. Quem trouxe as informações sobre a frente fria que chega a MS é a especialista do Cemtec-Semagro, Franciane Rodrigues.


AFONSO PENA NÃO RECEBERÁ OBRAS - O tombamento do canteiro central da Avenida Afonso Pena e das árvores impede o recuo para criação de um corredor exclusivo para ônibus na principal via da Capital. Durante a etapa da Stock Car em Campo Grande, o prefeito Marquinhos Trad (PSD), disse à imprensa, que a prioridade da gestão é cumprir a decisão judicial que expedida em novembro de 2014.

Atualmente, na Afonso Pena passam 21 linhas de ônibus e os veículos completam 726 voltas por dia. A União Sul-mato-grossense dos Usuários do Sistema Integrado de Transporte Urbano e Estadual Rodoviário defende o recuo de um metro no canteiro. 

Tombamento - O decreto foi publicado na última sexta-feira (9), e prevê o tombamento dos canteiros e árvores de toda extensão da Afonso Pena, entre a Avenida Tiradentes, na Praça General Newton Cavalcante, e o início da Avenida do Poeta. Apenas as sibipirunas foram excluídas do processo de registro no Livro de Tombo Histórico e Paisagístico da Capital.
 

Deixe seu Comentário

Relacionados

Mais Lidas