Campo Grande/MS
#DestaquesMS
17 junho 2019 - 08h25Por Lívia Machado, Joel Silva

Café das Seis aborda números sobre violência contra o Idoso

OUVIR

O Café das Seis começou a semana com diversas notícias que foram abordadas pela mídia sul-mato-grossense. 
 
EMPREGO MS
O processo de industrialização de Mato Grosso do Sul tem tirado cada vez mais sul-mato-grossenses do desemprego. Dados da Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelam que o setor cresceu 30,6% em um período de 10 anos, saindo de 1.359 fábricas em 2008 para 1.775 unidades em 2017.

A expansão das atividades reflete diretamente no número de pessoas ocupadas. Em 2008 as indústrias geravam 61.528 postos de trabalho no Mato Grosso do Sul. Em 2017, elas somavam 90.848 vagas de empregos – 47,6% a mais do que o primeiro ano da série analisada. Os números pertencem a Pesquisa Industrial Anual (PIA) do IBGE.
 
ESTUPRO DE MENORES
Campo Grande registra pelo menos oito casos dessa violência por dia. De 2018 até 27 de maio de 2019 foram registrados 620 casos em Campo Grande e, no Estado foi contabilizado 1.901 casos, segundo dados da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp). No mesmo período, o Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul (TJMS) já julgou, com e sem mérito, 1.449 casos de estupro de vulnerável. 
 
VIOLÊNCIA IDOSO
O Disque 100 (Disque Direitos Humanos) recebeu 545 denúncias de violações cometidas contra idosos em Mato Grosso do Sul em 2018, segundo balanço anual divulgado pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

Em todo o país, conforme divulgado pelo ministério, o sistema recebeu 37.454 denúncias de violações contra idoso em 2018, o que representa aumento de 13% em relação ao ano anterior. Somente em MS, o aumento foi de 0,74%, já que, em 2017, foram 541 denúncias.
 
 

Deixe seu Comentário

Relacionados

Mais Lidas