Campo Grande/MS
VALE NADA
28 janeiro 2019 - 09h28Por Michael Franco

Brumadinho: Governo dá prioridade ao resgate das vítimas e Justiça estuda punição da Vale

A Justiça determinou que a Vale se responsabilize pelo acolhimento, arque com os custos de translado e transporte de bens móveis, pessoas e animais, além da alimentação e fornecimento de água potável

OUVIR
Foto: Isac Nóbrega/PR

A Justiça já decretou o bloqueio de R$ 11 bi da Vale, com o intuito de reparar às vítimas e os danos ambientais causados pelo rompimento da barragem da mineradora em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Nas decisões sobre o bloqueio dos recursos a Justiça também determinou que a Vale “se responsabilize pelo acolhimento, arque com os custos de translado e transporte de bens móveis, pessoas e animais, além do total custeio da alimentação e fornecimento de água potável para os atingidos, levando em conta às características de cada família”. Ou seja, que neste socorro às vítimas sejam preservadas condições equivalentes às anteriores ao desastre. 

O domingo foi mais um dia de sustos em Brumadinho: A população da comunidade de Córrego do Feijão foi acordada na por volta das cinco e meia da manhã, pelo toque de uma sirene de evacuação. O risco era de rompimento de uma nova barragem. Por isso, as autoridades tiveram que retirar as pessoas de suas casas., alertando para que se deslocassem para áreas mais altas.

Ouça a matéria completa:

Deixe seu Comentário

Relacionados

Mais Lidas