Campo Grande/MS
HOMEM DE POUCAS PALAVRAS
23 janeiro 2019 - 10h43Por Michael Franco

Bolsonaro discursa por seis minutos e diz que deseja aliar preservação ambiental ao desenvolvimento econômico

Presidente tinha 45 minutos disponíveis para falar e surpreendeu a plateia com exposição sucinta

OUVIR
Presidente Jair Bolsonaro durante discurso em Davos (Foto: Alan Santos/PR)

O presidente Jair Bolsonaro já havia dito que seu primeiro discurso internacional seria curto e objetivo. A fala dele na abertura do Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça, durou seis minutos. Ele tinha 45 minutos reservados pro discurso, mas, pelo visto, preferiu poupar tempo e palavras. Em comparação rápida, os ex-presidentes Lula, Dilma e Michel Temer discursaram por cerca de 30 minutos na abertura do Fórum.

No que diz respeito ao conteúdo, Bolsonaro prometeu defender a família, os "verdadeiros" direitos humanos, o direito à vida e à propriedade privada. Para uma plateia formada por políticos e empresários de todo o mundo, o presidente do Brasil disse que o país tem credibilidade pra fazer as reformas, mas não citou a da previdência.

O meio ambiente também foi pauta de um encontro com executivos. De acordo com o Jornal Nacional, Bolsonaro disse na reunião que, por enquanto, o Brasil não vai deixar o Acordo de Paris sobre o clima, como ele mesmo havia dito durante a campanha. O tratado internacional visa a redução da emissão de gases do efeito estufa.

Em Davos, Bolsonaro também ressaltou a presença de Sérgio Moro e disse que o ministro é o homem certo pra combater a corrupção e a lavagem de dinheiro. Moro participou de um painel e disse que o governo Bolsonaro não faz populismo sobre corrupção. Afirmou também que o combate a essa prática aumenta a credibilidade pros investidores.

Ouça a matéria completa:

Deixe seu Comentário

Relacionados

Mais Lidas