Campo Grande/MS
ABOMINÁVEL HOMEM DOS NEVES
12 dezembro 2018 - 09h40Por Michael Franco

Aécio Neves é acusado de receber propina de R$ 128 milhões da JBS na campanha de 2014

Polícia apura a suposta compra de apoio político à candidatura de Aécio à presidência da República e também esteve em endereços da irmã dele, Andrea

OUVIR


Foto: Agência Brasil/Wilson Dias

Alvo de uma operação da Polícia Federal, o senador tucano Aécio Neves se recusou a prestar depoimento aos investigadores. Ele foi intimado por policiais federais em seu imóvel funcional em Brasília. No entanto, afirmou que, por orientação da sua defesa, não iria depor.

Aécio é o principal alvo da Operação Ross, originada a partir de denúncias de delatores da J&F e que apura denúncias de compra de apoio político. Ele é acusado de ter recebido quase 128 milhões de reais em propina na eleição de 2014 por meio de notas frias e caixa 2. Apesar de ter se recusado a depor, Aécio convocou a imprensa e disse que está sempre "à disposição das autoridades".

Ouça a matéria completa:

Deixe seu Comentário

Relacionados

Mais Lidas