Campo Grande/MS
GERAÇÃO DE CANGURU
05 fevereiro 2019 - 08h57Por Michael Franco

Psicóloga explica aspectos e consequências na vida de filhos que moram eternamente com os pais

A especialista Avany Cardoso Leal contou no Café das 6 que a mudança social, mercado de trabalho e relação familiar são os principais motivos para o fenômeno

OUVIR
Avany Cardoso Leal nos estúdios da Rádio Globo (Foto: Michael Franco)

O brasileiro está adiando cada vez mais a saída da casa dos pais. Apenas uma em cada quatro pessoas de 25 a 34 anos não mora com a família, é o que diz a Síntese de Indicadores Sociais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) feita em 2016. Em 2005 a proporção era menor, um a cada cinco jovens deixavam o lar dos pais. Para entender quais aspectos levaram a esse aumento e criou a chamada "geração canguru" o Café das Seis, desta terça-feira (05), conversou com a psicóloga Avany Cardoso Leal.

A mudança social em relação ao aprendizado é um dos fatores primordiais para essa mudança. Antes o adolescente já poderia trabalhar. Agora, antes de iniciar a vida laboral, deve-se ter ensino fundamental, médio, superior, especilização, pós-graduação, mestrado..... E enquanto estuda, o adolescente fica em casa. E claro, isso leva (muito) tempo. Outros fatores são preponderantes como a superproteção imposta pelos pais, a forma de criação, entre outras. Vale ressaltar que todo esse cenário gera consequências negativas na vida dos jovens e adultos.

E aí que rsaber quais são as consequências? Como evitar um canguruzinho em casa? Ouça a entreviosta completa com Avany Cardoso Leal abaixo:

Deixe seu Comentário

Relacionados

Mais Lidas