Campo Grande/MS
ESPÍRITO VIOLENTO
28 dezembro 2018 - 08h21Por Michael Franco

Polícia acredita que assassinato de ex-governador do ES foi premeditado

A motivação, de acordo com o próprio acusado, foi uma ação judicial movida por Camata que resultou no bloqueio de 60 mil de reais de sua conta bancária

OUVIR


O assassinato do ex-governador do Espírito Santo Gerson Camata, aos 77 anos, pode ter sido premeditado. É o que acredita a Polícia Civil, que tá investigando o caso. Ele foi morto pelo ex-assessor Marcos Venício Moreira Andrade, de 66 anos, com um tiro. O assessor foi preso e confessou o crime.

A motivação, de acordo com o próprio acusado, foi uma ação judicial movida por Camata que resultou no bloqueio de 60 mil de reais de sua conta bancária. O delegado responsável pelo caso, Marcus Vinícius de Souza, deu detalhes sobre o depoimento informal prestado pelo assassino.

Marcos Venício foi autuado em flagrante por homicídio qualificado por motivo torpe e por dificultar a defesa da vítima. Ele foi encaminhado pro presídio de Viana, na região metropolitana de Vitória. A defesa de Marcos não quis comentar o caso.

Ouça a matéria completa:

Deixe seu Comentário

Relacionados

Mais Lidas