Campo Grande/MS
NA DIGITAL
01 fevereiro 2019 - 09h50Por Michael Franco

Peritos Papiloscopistas realizam evento temas importantes para a classe na Câmara Municipal

Inclusão dos papiloscopistas no quadro das Perícias Oficiais Forenses, unificação das perícias e a importância do trabalho científico e investigativo serão temas do encontro

OUVIR
Perito papiloscopista Ricardo Werk nos estúdios da Rádio Globo (Foto: Michael Franco)

Você conhece o trabalho dos peritos papiloscopistas? Se conferir sua cédula de identidade vai ver que um deles assina e atesta seu documento. Isso porque esses são os profissionais especialistas em identificação. Na elucidação de crimes, por exemplo, o papiloscopista é o que identifica o autor do ato, utilizando ferramentas técnicas e científicas para encontrar digitais e outros  aspectos que contribuam na investigação. Para saber mais da carreira e dia-a-dia desses profissionais, o Café das Seis desta sexta-feira (01), conversou com o perito papiloscopista Ricardo Werner.

Ele contou um pouco da rotina dos períodos e a relação com os cidadãos, que muitas vezes induzidos por filmes e seriados, querem interferir no trabalhos acreditando que tudo é um CSI. Outro fator ressaltado é a importância dos papiloscopistas para a celeridade dos processos, tendo em vista que com a identificação do autor de um crime o caminho até a resolução total fica mais simples.

No dia 5 de fevereiro é comemorado o Dia do Perito Papiloscopista e um dia antes, a classe vai realizar um evento na Câmara Municipal de Campo Grande para apresentar demandas como inclusão dos papiloscopistas no quadro das Perícias Oficiais Forenses, a unificação das perícias criminal e papiloscópica, além de ressaltar à população a importância do trabalho científico e investigativo dos peritos. 


Ouça a entrevista completa:

Deixe seu Comentário

Relacionados

Mais Lidas