Campo Grande/MS
BOA VIZINHANÇA
31 janeiro 2019 - 09h38Por Michael Franco

Especialista na área, advogado fala dos principais erros na relação entre moradores e síndicos

Luiz Carlos Ormay explicou que o convívio em um condomínio é o mesmo de um governo democrático; e aí que mora o perigo

OUVIR
Advogado Luiz Carlos Ormay nos estúdios da Rádio Globo (Foto: Michael Franco)

Campo Grande é uma cidade em constante crescimento e por isso ganha cada vez mais empreendimentos imobiliários, sobretudo, condomínios. Quem mora neles já sabe. Quem está pensando em mudar para um, deve se preparar. É taxa aqui, taxa lá, convívo com os vizinhos e a relação com o síndico, que muitas vezes é conturbada. Para facilitar um pouco todo o cenário e tirar dúvidas dos ouvintes, o Café das Seis, desta quinta-feira (31), conversou com advogado especilista no assunto, Luiz Carlos Ormay.

Ele contou que a relação entre moradores e com o síndico é a mesma de um país, guardada as devidas proporções. Os moradores são os cidadãos que fazem suas demandas ao síndico, que tem o orçamento nas mãos e decide o caminho futuro. Mas assim como uma democracia, não faltma polêmicas. Existem casos de corrupção, processos, vizinhos que se odeiam, desrespeito às regras e por aí vai...

De tudo isso vem a importância do nosso bate-papo. Fique por dentro do mundo dos condomínios e tira suas dúvidas abaixo, na entrevista completa com Luiz Carlos Ormay:

Deixe seu Comentário

Relacionados

Mais Lidas