Campo Grande/MS
ENERGIA CARA EM MS
22 maio 2019 - 08h57Por Lívia Machado, Joel Silva

Aneel reajusta valor das bandeiras tarifárias; maior alta é de 50% na bandeira amarela

OUVIR

 

A conta de Luz pode ficar ainda mais salgada. Foi aprovada ontem pela Agência Nacional de Energia Elétrica um rejuste nos valores das bandeiras tarifárias amarela e vermelha, nos patamares 1 e 2.

O patamar da bandeira vermelha 1 passou de 3 para 4 reais a cada 100 kWh, e o patamar 2 da bandeira vermelha passou de 5 para 6 reais por 100 kWh consumidos. O patamar 1 teve um aumento de 33,3 % e o patamar 2 alta de 20%.

A maior alta se refere à tarifa da bandeira amarela, 50% de reajuste. Passou de um real a um real e cinquenta centavos para cada 100 quilowatts-hora (kWh).

O reajuste servirá para adequar o valor do custo extra a ser cobrado dos consumidores em períodos em que a produção de energia ficar mais cara. O objetivo é que a arrecadação com as bandeiras fique o mais próximo possível do valor extra gasto com a geração de energia.

Segundo o diretor-geral da Aneel, André Pepitone, o reajuste evitará que a conta da bandeira tarifária fique deficitária em 2019.

 

Deixe seu Comentário

Relacionados

Mais Lidas