Campo Grande/MS
BOLSONARO DEMITE MINISTRO
19 fevereiro 2019 - 09h32Por Lívia Machado

A decisão de demitir Bebianno é de foro íntimo do presidente

OUVIR

O presidente Jair Bolsonaro decidiu demitir o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno. De acordo com o porta-voz Otávio Rêgo Barros, o substituto vai ser o general da reserva Floriano Peixoto Neto. Ele é o oitavo militar no primeiro escalão do governo. Segundo Otávio Rêgo Barros, a decisão de demitir Bebianno é de foro íntimo do presidente.
 
Primeiro ministro a deixar o governo, Bebianno despachava do Palácio do Planalto e foi um dos coordenadores da campanha presidencial de Jair Bolsonaro no ano passado. Aliás, o presidente divulgou um vídeo sobre a mudança no ministério.
 
A demissão do ministro foi confirmada em meio a uma crise no governo que se originou pela suspeita de que o PSL, partido ao qual Bolsonaro e Bebianno são filiados, usou candidatura laranja nas eleições do ano passado.
 De acordo com o ministro da Justiça, Sérgio Moro, a Polícia Federal vai investigar as suspeitas envolvendo o repasse do PSL.
 
O vereador do Rio Carlos Bolsonaro, um dos filhos do presidente, desencadeou a crise após chamar Gustavo Bebianno de mentiroso no twitter. O, (agora) ex-ministro teria afirmado que tinha conversado com Jair Bolsonaro, que estava internado num hospital de São Paulo. Carlos desmentiu Bebianno publicando um áudio do próprio pai. 
 

Deixe seu Comentário

Relacionados

Mais Lidas